Blog

Nova NR-7: o que você deve saber sobre a revisão da norma

16 de março de 2022

Compartilhe

Saiba tudo sobre a nova NR-7, a revisão foi publicada em março de 2020, que altera regras importantes no que dizem respeito à área de SST.

 

No dia 13 de março de 2020, o Governo Federal publicou a Portaria nº 6.734/2020, que determina mudanças importantes em seu texto devido à defasagem de alguns tópicos que envolvem a Segurança e Saúde no Trabalho.

Recapitulando, a NR-7 trata sobre a obrigatoriedade das medidas preventivas em acidentes de trabalho e das doenças ocupacionais. No entanto, ela foi elaborada nas décadas de 1970 e 1980 e, desde então, não tinha sido atualizada.

Por esse motivo, as alterações visam estabelecer as diretrizes e requisitos a fim de intensificar a performance dos programas aplicados pelas empresas para prevenir os danos à saúde dos funcionários de acordo com o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), estabelecido pelos programas legais da CLT.

Além, é claro, de ter o texto adequado à realidade atual da área de SST, principalmente, em relação à avaliação de riscos do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), criado na revisão da NR-1.

 

Confira o que mudou na NR-7

As mudanças na Nova NR-7 possuem o objetivo de proteger mais os trabalhadores e orientar melhor os gestores das empresas para que tenham pleno conhecimento do seu conteúdo a fim de atender todas as regras.

Isso porque, com a correta administração do programa, tanto as doenças ocupacionais como os acidentes no trabalho terão maior probabilidade de serem evitados.

Sem mais delongas, leia abaixo os principais pontos da NR-7 que tiveram mudanças.

 

Prontuários médicos em meios eletrônicos

Desde que as exigências do Conselho Federal de Medicina sejam seguidas, os prontuários médicos em meio eletrônico podem ser utilizados. A manutenção do prontuário do empregado pela empresa, se mantém necessário por no mínimo 20 anos após o seu desligamento, exceto em previsão diversa constante no anexo da Norma.

Durante o desenvolvimento do PCMSO, o relatório elaborado pelo médico responsável passará a se chamar Relatório Analítico e a obrigatoriedade da emissão passa a ser anual, considerando a data do último relatório, que deve conter no mínimo:

  • O número e os tipos de exames complementares realizados;
  • O número de exames clínicos realizados;
  • Informações sobre o número, tipo de eventos e doenças informadas na CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho), emitidas pela empresa, referentes aos seus colaboradores;
  • Incidência e prevalência de doenças relacionadas ao trabalho, categorizadas por função, setor ou unidade operacional;
  • Estatística de exames complementares com resultados anormais, categorizados por tipo do exame e por função, setor ou unidade operacional;
  • Discussão sobre as variações dos resultados e análise comparativa em relação ao relatório anterior.

O relatório analítico deve ser apresentado e discutido com os responsáveis por segurança do trabalho na instituição, incluindo a participação da CIPA, para que então as medidas de prevenção sejam adotadas dentro de empresa.

 

Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) na Nova NR-7

Com a atualização na NR-7, tiveram mudanças nos campos obrigatórios do ASO. Agora, ele deve apresentar o CAEPF (Cadastro de Atividade Econômica da Pessoa Física), o CNPJ da empresa e a razão social, além de ser necessário o CPF do funcionário (e não mais o RG, como era solicitado anteriormente).

Já para os exames complementares sem exame clínico, será exigida a emissão de um recibo com informações sobre a entrega do resultado do colaborador.

 

Exame periódico

A realização dos exames periódicos, vai variar de acordo com os riscos que o colaborador está sujeito. Quando o empregado está sujeito a exposição a um risco ocupacional já identificado e classificado pelo PGR, os exames devem ser feitos em intervalos anuais ou até mesmo menores, seguindo a orientação médica.

Vale também para os portadores de doenças crônicas que aumentam a vulnerabilidade a esses riscos.

Os empregados expostos às condições hiperbáricas, em que está sujeito a pressões maiores do que a pressão atmosférica, devem realizar os exames periódicos segundo o Anexo IV da NR-7. Os demais empregados devem realizar os testes clínicos a cada 2 anos.

E-Book Cultura de Segurança Horizontal

 

Prazo de exame para retorno ao trabalho

A nova Norma Regulamentadora indica que a avaliação médica será responsável por definir se o retorno será gradativo ou se ele poderá ser feito imediatamente ao trabalho.

» A repercussão das novas NRs de SST e do GRO: NR-7 e NR-9

 

Revogação de portarias

Desde que a nova NR-7 entrou em vigor, as seguintes portarias foram revogadas:

 

Indicadores biológicos na nova NR-7

O PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) chegou ao fim e deu lugar ao PGR (Programa de Gerenciamento de Riscos). Dessa forma, o PCMSO deve ser elaborado de acordo com os riscos previstos no GRO/PGR, conforme a NR-1.

 

Exames toxicológicos

Hoje, os exames toxicológicos considerados complementares (que apresentam toxicologia ocupacional, tal como chumbo no sangue, Arsênico inorgânico na urina, etc) que estão no Anexo I, Quadro I da NR-7, são obrigatórios no PCMSO, seguindo os prazos estabelecidos. Eles são válidos a partir da vigência da Portaria SEPRT n.º 6.734, de 10 de março de 2020.

• Confira o documento oficial da NR7 divulgado pelo Governo Federal

Nova NR-7

Exames médicos ocupacionais que foram mantidos pela Nova NR-7

A Norma Regulamentadora 7 manteve a previsão de realização dos exames médicos ocupacionais, que compreendem o exame clínico, executado pelo médico examinador, os exames complementares são:

  • Admissional;
  • Periódico;
  • Retorno ao trabalho;
  • Mudança de riscos ocupacionais;
  • Demissional.

 

» Saiba qual o prazo para admissão após exame admissional no eSocial

 

A Comissão de Políticas de Relações Trabalhistas (CPRT) alerta para os prazos e periodicidade dos exames médicos, previstos na NR-7 e no PCMSO. Cada exame clínico ocupacional realizado, deve conter o ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) emitido pelo médico responsável e ser disponibilizado para o colaborador de forma física quando solicitado.

No ASO, deverá ter as informações sobre a empresa, além de possuir os dados do trabalhador, com definição de apto ou inapto para a função e a aptidão para trabalho em áreas específicas, além dos dados e a assinatura do médico examinador.

 

» As atribuições específicas da Norma Regulamentadora (NR7) para o PCMSO.

 

O SOC está pronto para auxiliar no atendimento às novas NRs

Com a atualização da NR-7, nossa equipe saiu na frente e adequou as funcionalidades do SOC em relação às exigências da norma, como:

  • Mudança de Médico Coordenador para Médico Responsável.
  • Ampliação do rol de exames exigidos por lei.
  • Alteração do Relatório Anual para Relatório Analítico, contemplando além dos exames alterados, as doenças ocupacionais ativas e as Comunicações de Acidentes de Trabalho (CATs) emitidas no período determinado.
  • Alteração da periodicidade do exame para colaboradores com doenças crônicas.

» Saiba mais sobre a gestão de GRO, PGR e NR-7.

E mais: Aprenda como fazer a Gestão da NR-7 no SOC e fique por dentro de todas as novidades de SST. Aproveite também os materiais gratuitos que a Equipe SOC preparou para tirar suas dúvidas, assistindo agora mesmo a nossa Maratona de GRO e PGR no canal oficial do SOC no YouTube.

EBook CTA - Horizontal

Comentários

Para comprar soluções SOC

Whatsapp

Converse conosco para comprar soluções SOC.

Fale Conosco

Envie-nos e-mails com comentários, questões ou feedback

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Saúde ocupacional

  • Cadastro de Exame
  • Tela de Digitação Rápida
  • SOCAPP
  • Gestão de Convocação
  • Guia de Encaminhamento
  • Pedido de Exames
  • Licença Médica
  • Gestão de FAP

Segurança no trabalho

  • Cadastro de Risco
  • GHE
  • Entrega de EPI
  • CIPA
  • Registro de Ocorrência
  • Atividades
  • Cursos

Estrutura Organizacional

  • Empresa
  • Unidade
  • Setor
  • Cargo
  • Funcionário
  • Importação Modelo I

Configurações Gerais

  • Navegação
  • Comandos básicos
  • Usuários e Perfil de Acessos
  • Configurações Pessoais
  • Gestão de Avisos
  • Log de Ações
  • Restrição de IP
  • Pesquisa Avançada
  • Parâmetros de Empresa Principal
  • Parâmetros Gerais

eSocial

  • Portal eSOCial
  • Mensageria SOC
  • Interface Específica com outros Sistemas

SOC Net

  • Visão do Credenciador
  • Visão do Credenciado

Gestão eletrônica de documentos

  • SOCGED
  • Biometria
  • Assinatura Digital

SOC Indicadores

  • Power BI
  • Painéis de Gráficos

Financeiro

  • Tabela de Preços
  • Produto e Serviço

Integrações Web Service

  • SOC Integrador
  • Exporta dados

Personalizações

  • Cadastro Dinâmico
  • Tipos de Ficha
  • Modelos Personalizados
  • ASO, Funcionário, entre outros.

Relatórios

  • Relatórios Agendados
  • PCMSO
  • PPRA

Para comprar soluções SOC

Brasil

0800 888 8888

Ou veja a nossa lista completa de números locais

Chat online

Converse conosco para comprar soluções SOC ou para esclarecimento de dúvidas

Fale Conosco

Envie-nos e-mails com comentários, questões ou feedback