Blog

Como realizar o registro do evento CAT eSocial

2 de agosto de 2022

Compartilhe

Os profissionais de segurança do trabalho lidam com uma série de funções essenciais para a proteção do ambiente laboral e dos colaboradores no dia a dia. Assim, eles não apenas operam com o manejo de diversos fatores de risco, mas também precisam enfrentar várias questões burocráticas durante sua rotina.

Por exemplo, quando ocorre um acidente na empresa, é preciso fazer a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT). Falhar nesse processo ou, ainda, deixar de fazer a comunicação pode acarretar uma série de sanções que, por suas vezes, causam prejuízos diversos para a organização.

Por isso, é importante saber como fazer o registro do evento CAT eSocial e tirar suas principais dúvidas sobre o assunto a seguir. Isso é fundamental, principalmente, para evitar falhas nos procedimentos internos. Vamos juntos entender melhor sobre o tema. Boa leitura.

Registre o empregado e o empregador

Em primeiro lugar, é preciso que tanto o empregado quanto o empregador estejam devidamente registrados no eSocial. Isso deve ocorrer no momento da admissão e, portanto, presume-se que essa fase já tenha sido feita previamente.

Contudo, muitos profissionais pulam essa etapa ou podem ter deixado passar o registro. Por isso, confira se as informações da empresa e do profissional estão atualizadas no sistema. Assim, verifique se já foi registrado o evento S-2190 no local.

Insira detalhes do acidente

Após conferir se o evento S-2190 e o S-2200 foram realizados (cadastro preliminar e cadastramento inicial), é o momento de inserir os dados do acidente, com os detalhes do ocorrido. Aqui você deve registrar:

E-Book Cultura de Segurança Horizontal
  • data e hora do acidente;
  • situação geradora do acidente do trabalho;
  • local do acidente;
  • envio do evento em caso de afastamento de trabalho;
  • inserção dos dados referentes ao CID (Classificação Internacional de Doenças) em caso de afastamento por problema de saúde;
  • parte do corpo atingida;
  • agente causador;
  • morte do trabalhador, caso tenha ocorrido.

Classifique o acidente

Também é preciso classificar o documento de acordo com o tipo específico. Estão entre eles:

  • inicial: primeira comunicação do acidente de trabalho;
  • reabertura: quando ocorrer o reinício do processo ou quando há, de fato, o afastamento do profissional;
  • comunicação de óbito: quando há o óbito do profissional em decorrência do acidente de trabalho após a emissão do CAT inicial.

Controle os documentos de saúde do trabalhador

É fundamental que você tenha em mãos todos os dados de saúde do trabalhador tanto antes (no período de exames periódicos) quanto depois (com os dados atualizados do estado de saúde do colaborador). Assim, é possível registrar a extensão dos danos no eSocial e, ao mesmo tempo, ter informações para poder oferecer todo o suporte ao profissional durante sua recuperação.

Repasse os dados para o eSocial

Entre no eSocial e faça o registro das informações na plataforma. É crucial seguir os prazos determinados pela legislação. Estão entre eles:

  • óbito: assim que ele ocorrer;
  • acidente de trabalho com afastamento: um dia útil.

Em caso de problemas nesse quesito, a empresa pode sofrer com multas e sanções dos órgãos fiscalizadores. Então, não deixe de estar atento a isso, ok?

Como você pode perceber, o registro do evento CAT eSocial precisa ser feito com cautela. Falhas nesse tipo de atividade podem causar inconsistências no sistema e, assim, até mesmo gerar sanções desnecessárias para a sua empresa. Nada bom, não é mesmo?

Por isso, siga os passos adequadamente e evite que erros aconteçam. E, claro, sempre revise as informações antes de submetê-las, ok? E para mais dicas interessantes como essas, não deixe de curtir nossa página no Facebook e receber mais conteúdos em seu feed!

EBook CTA - Horizontal

Comentários

Para comprar soluções SOC

Whatsapp

Converse conosco para comprar soluções SOC.

Fale Conosco

Envie-nos e-mails com comentários, questões ou feedback

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Saúde ocupacional

  • Cadastro de Exame
  • Tela de Digitação Rápida
  • SOCAPP
  • Gestão de Convocação
  • Guia de Encaminhamento
  • Pedido de Exames
  • Licença Médica
  • Gestão de FAP

Segurança no trabalho

  • Cadastro de Risco
  • GHE
  • Entrega de EPI
  • CIPA
  • Registro de Ocorrência
  • Atividades
  • Cursos

Estrutura Organizacional

  • Empresa
  • Unidade
  • Setor
  • Cargo
  • Funcionário
  • Importação Modelo I

Configurações Gerais

  • Navegação
  • Comandos básicos
  • Usuários e Perfil de Acessos
  • Configurações Pessoais
  • Gestão de Avisos
  • Log de Ações
  • Restrição de IP
  • Pesquisa Avançada
  • Parâmetros de Empresa Principal
  • Parâmetros Gerais

eSocial

  • Portal eSOCial
  • Mensageria SOC
  • Interface Específica com outros Sistemas

SOC Net

  • Visão do Credenciador
  • Visão do Credenciado

Gestão eletrônica de documentos

  • SOCGED
  • Biometria
  • Assinatura Digital

SOC Indicadores

  • Power BI
  • Painéis de Gráficos

Financeiro

  • Tabela de Preços
  • Produto e Serviço

Integrações Web Service

  • SOC Integrador
  • Exporta dados

Personalizações

  • Cadastro Dinâmico
  • Tipos de Ficha
  • Modelos Personalizados
  • ASO, Funcionário, entre outros.

Relatórios

  • Relatórios Agendados
  • PCMSO
  • PPRA

Para comprar soluções SOC

Brasil

0800 888 8888

Ou veja a nossa lista completa de números locais

Chat online

Converse conosco para comprar soluções SOC ou para esclarecimento de dúvidas

Fale Conosco

Envie-nos e-mails com comentários, questões ou feedback